1 de junho de 2024

6 coisas que você deve evitar baixar em seu computador

0
computador

computador

Mesmo com toda a segurança do mundo, existem arquivos que devem ser, obrigatoriamente, proibidos de serem baixados

Na era digital, o download de arquivos é uma prática rotineira, mas é vital compreender os riscos associados a essa ação. Evitar certos downloads é fundamental para conseguir proteger o computador contra ameaças on-line, principalmente no cenário atual, em que hackers, vírus e ciberataques estão em alta, surgindo e acontecendo por todos os lados.

Porém, algumas vezes é impossível evitar baixar algum arquivo, como jogos on-line, músicas ou drivers em específico, e, neste momento, é essencial tomar uma medida adicional para fortalecer completamente a famosa segurança digital. Por isso, antes de correr para baixar o arquivo que pode ser malicioso, é preciso conferir de perto o download de VPN, para usufruir dos benefícios que uma Virtual Private Network tem a oferecer aos seus usuários.

Afinal, ao baixar conteúdo on-line, uma VPN de qualidade comprovada consegue criptografar sua conexão, dificultando a interceptação de dados por terceiros. Além disso, ela oculta completamente o endereço IP, protegendo a identidade on-line, impossibilitando os usuários mal-intencionados de conseguir seus dados ou realizar possíveis invasões no computador.

O que se deve evitar baixar no PC?

Bom, mesmo com os benefícios de uma VPN, saber ao certo o que se deve evitar baixar no computador ajudará os usuários a se livrarem de várias enrascadas digitais. E a lista de coisas que devem ser evitadas é bastante extensa.

Softwares de terceiros ou fontes não confiáveis

O primeiro download que deve estar fora de cogitação é o de softwares de terceiros ou de fontes não confiáveis. Ao evitar baixar programas de fontes desconhecidas, o computador irá agradecer, pois esses programas, geralmente, podem conter malwares prejudiciais ao sistema.

Anexos de e-mails suspeitos

Nunca faça o download de anexos de e-mails desconhecidos para evitar malwares e ameaças cibernéticas! Uma das formas mais fáceis de ser infectado por vírus é por meio do e-mail. Aliás, não está descrita a quantidade de pessoas que caíram nessa pegadinha no decorrer dos anos, e, ao evitar baixar qualquer anexo suspeito, é possível ter uma proteção a mais no PC, além da VPN de respeito!

Torrents questionáveis

Desde o surgimento do Torrent, compartilhar arquivos via torrents está em alta, e esta é uma das principais escolhas dos usuários que vivem on-line. Porém, o que poucos sabem é que isso pode expor seu computador a malwares e violações de direitos autorais. Então, fique longe de torrents questionáveis para evitar problemas que podem ser maiores do que ter que formatar o computador.

Extensões não verificadas nem pensar!

Um dos métodos mais fáceis de ser infectado por vírus, ransomwares e outros tipos de malwares é por meio das extensões não verificadas. Ao evitá-las, será possível manter completamente a integridade dos dados on-line do usuário.

Programas “otimizadores” de desempenho

Atualmente, nem todos possuem um computador extremamente potente, com poder de processamento, memórias RAM absurdas e o famoso SSD NVME 2 instalado. Contudo, mesmo com o HD simples, 8 GB de RAM e aquele dual core, é importante ficar longe de programas que prometem otimizar o desempenho do computador, pois podem ser malwares disfarçados.

Conteúdo Ilícito

Por fim, é recomendado não ver, baixar ou mencionar conteúdo ilícito na internet. Os conteúdos desse gênero quase sempre possuem malwares prontos para invadir e infectar profundamente a máquina. Além do mais, esses arquivos podem, inclusive, trazer várias violações que, muitas vezes, levam os seus proprietários até mesmo à prisão.

Até o momento, foi visto que evitar os downloads arriscados acima e incorporar medidas como o uso de uma VPN são passos essenciais para uma experiência on-line segura. Por isso, antes de fazer qualquer download, não deixe de ativar a VPN para proteger todos os dados e garantir que a jornada digital seja livre de ameaças cibernéticas. A dica está dada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − sete =