28 de maio de 2024
infográfico

Infográfico é um conteúdo didático que junta vários dados essenciais textuais e visuais, como imagens, textos, gráficos e ilustrações.

Além de, também, diversos outros elementos importantes em uma ferramenta tão rica e que pode ser usada por diversos setores do mercado atual.

É uma ferramenta que apresenta alguns conteúdos de forma bem explicativa. É muito bem usado para mostrar dados estatísticos, ou mostrar, por exemplo, quantos piano de cauda pequeno uma empresa desse ramo deve vender.

Desde a época em que os infográficos começaram na cena do design gráfico, há mais ou menos dez anos, eles se tornaram um apetrecho básico à comunicação em salas de aula, ao espaço de trabalho e a toda a web. 

Ele é um recurso e é uma ferramenta que facilita a exposição e a mensuração de dados variados e complexos.

O desenvolvimento de infográficos pode-se mostrar um desafio a quem o faz, afinal é exigido juntar ao design atrativo um conteúdo de muita qualidade. Porém, não há com o que se preocupar, pois é muito mais fácil do que se parece.

Mas para que um indivíduo seja capaz de descobrir os mistérios por trás da criação de um infográfico, é necessário, primeiramente, entender por que eles acabaram se tornando uma tendência mesmo a negócios de roupa de ciclismo castelli.

A utilização e o compartilhamento dessa ferramenta aumentou exponencialmente nos últimos anos, e mais exatamente no ano de 2011, quando as procuras pelo assunto aumentaram cerca de 800%.

A razão para que isso tenha acontecido foi a percepção de que, em espaços digitais, destacam-se os conteúdos mais diretos e fáceis de serem absorvidos pelo público que consome os assuntos de uma determinada página, site ou perfil nas redes.

Depois dessa descoberta, o infográfico se tornou uma prioridade em várias estratégias de Marketing Digital. Os infográficos têm 30 vezes mais possibilidades de serem lidos se comparados a textos corridos.

Com isso, é possível perceber o quanto tem mudado o gosto das pessoas com o passar do tempo. De fato, a leitura hoje é um ato a que muitas vezes as pessoas renunciam dando predileção ao consumo de coisas que têm uma absorção mais fácil.

Conceito de infográfico

Os infográficos são elementos visuais que usam tanto textos verbais como não verbais, que devem variar entre imagens, ilustrações, pictogramas e outras representações.

Trata-se de um conjunto que alia textos a itens visuais e ao design; conjunto no qual um finaliza o outro com a meta de sempre se ajustar à compreensão do leitor.

Por isso, não pense que só os dados métricos são responsáveis por passar o conhecimento, uma vez que todos os elementos são vitais à boa constituição de um infográfico.

Na prática, vê-se infográficos em variados meios de comunicação presentes no nosso dia a dia. Em um jornal que é lido no decorrer do café da manhã, nos noticiários, livros e de modo central na internet.

A internet é criada por meio de dados, e quando são dados que queremos transmitir, não é interessante repassá-los de uma maneira muito preciosista ou complexa. E por isso os infográficos são a solução precisa à informação e à angariação da atenção do usuário.

A importância de um infográfico

Os infográficos são um modelo de comunicação que usa elementos visuais que não só atrai o público ávido de informações, mas também auxilia a compreensão e a retenção de conhecimento.

É possível recorrer à utilização de infográficos para comunicar agilmente uma mensagem, facilitar a apresentação de grandes volumes de dados, ver padrões e conexões de dados e acompanhar modificações em variáveis ao longo do tempo.

Basta ver: infográficos são abundantes em espaços públicos, sinais de trânsito, mapas de metrô, partituras e mapas climatológicos. Estes são exemplos entre um grande volume de possibilidades.

Mas é necessário ter cuidado ao desenvolver infográficos, pois aqueles que não conseguem ser explicativos são meras imagens que falham no seu objetivo de comunicar dados.

Sendo assim, é evidente que a compreensão é um dos principais atributos desses instrumentos de comunicação.

É necessário avaliar o que cada infográfico está tentando dizer antes de se poder criar as melhores práticas para sua aplicação. Por definição, todos os gráficos de dados têm como foco comunicar algumas informações. 

O que diferencia é como fazê-lo, e compreender esse objetivo é o que vai determinar as prioridades de um gráfico e como será a abordagem de cada um dos projetos.

No entanto, não é o suficiente só transmitir um dado. Deve-se, também, tornar o infográfico visualmente atrativo aos leitores. 

Há inúmeras formas de fazer isso, como, por exemplo, utilizando iconografia representativa, metáfora imaginativa ou mecanismos importantes de enquadramento decorativo. Todas são ferramentas fortes para passar a sua mensagem.

É necessário que os dados e a identidade visual da imagem se comuniquem entre eles. A criação dos itens decorativos e ilustrativos vai variar com base na aplicação e uso.

Por fim, é necessário ressaltar que um dos principais benefícios da utilização de infográficos na comunicação é a capacidade de auxiliar a retenção de informações, pois os gráficos têm a capacidade de estender o alcance dos nossos sistemas de compreensão. 

Nosso cérebro realiza isso de forma instantânea e constantemente recorrendo a dados não visuais armazenados em nosso cérebro. 

O cérebro humano pode lembrar de símbolos, cenas e padrões familiares, possibilitando fazer ligações ágeis com as informações já bem armazenadas. Ele pode, também, entender rapidamente o que está sendo visualizado. 

Por isso, infográficos se relacionam tão bem com o público. Ele não é isento de dificuldades de compreensão, mas as suas características visuais evidentes o transformam em um conteúdo de mais fácil assimilação.

É importante lembrar que o foco é tornar o conteúdo mais interessante ao cliente e, claro, divulgar a sua marca a esse público. Essa é a coisa mais significante.

Elementos usados

Para o desenvolvimento de infográficos, alguns elementos visuais podem ser utilizados. Infográficos utilizam linguagens visuais variadas com o foco de transmitir dados de forma clara e acelerada. A seguir, veja quais são e quando utilizar estas linguagens:

Linguagem verbal

Utiliza-se a linguagem verbal quando a representação gráfica de um dos elementos do infográfico se torna muito difícil ou simplesmente menos eficaz. 

Por exemplo, para explicar sobre o uso de uma maleta expositor de óculos. Caso algo seja difícil de explicar, a linguagem verbal pode ser utilizada complementarmente.

Em vez de se assumir o risco de tentar mostrar algo que pode ser mal compreendido, utiliza-se a palavra que exerce melhor a função, e isso pode ser um texto escrito ou até falado.

Linguagem esquemática

Nesse tipo, podem-se encontrar elementos que exibem conceitos abstratos, como setas mostrando direções e demais itens que indiquem movimento

Linguagem pictórica

A linguagem pictórica alcança representações mais literais de itens concretos do mundo físico. Devem ser representações fotográficas e realistas, porém também podem ser representações imaginativas bem sintéticas e icônicas.

Por que utilizar infográficos?

Os infográficos são bons para facilitar a digestão de dados complexos. Eles podem ser muito úteis sempre que alguém quiser:

  • Dar uma visão geral e ágil de um tema;
  • Explicar um processo que seja difícil;
  • Mostrar resultados ou informações de pesquisas;
  • Sintetizar um post de blog ou relatório gigante;
  • Fazer comparar e contrastar várias escolhas;
  • Ou conscientizar sobre algum problema.

Quando alguém necessita fornecer a outra pessoa uma síntese realmente concisa sobre algo que pode ser difícil de falar, um infográfico é uma boa solução.

Isso significa que os infográficos devem ser úteis em praticamente qualquer área. Até para explicar sobre impressão e recorte de adesivos e tornar o tema mais simples ainda.

Como fazer um infográfico em 5 passos

Após aprovar que o infográfico é uma boa ferramenta, é necessário saber como construí-lo. Portanto, aqui estão os passos:

  • Descrever bem o objetivo do infográfico;
  • Juntar informações para o seu infográfico;
  • Realizar visualizações de informações para o infográfico;
  • Desenvolver seu layout utilizando um modelo de infográfico;
  • Fazer com que seu infográfico tenha um estilo chamativo.

Qualquer sujeito pode criar infográficos bons com esse guia simples. Ele está cheio de insights, práticas indicadas, exemplos, checklists e outras coisas. Tudo de que uma pessoa necessita para fazer infográficos que sejam destaque entre os outros.

Tipos de infográficos

A seguir serão apresentados alguns tipos de infográficos que podem ser usados a depender do foco e das informações que vão ser mostradas:

  • Os modelos de infográficos estatísticos;
  • Os modelos de infográficos informativos;
  • Os Infográficos de cronograma;
  • Os infográficos de processo;
  • Os chamados Infográficos geográficos;

Esses são os tipos de infográficos mais conhecidos. Cada um tem o seu aspecto e deve ser usado em objetivos distintos.

Considerações finais

Os melhores infográficos utilizam uma boa combinação de texto, imagens e dados para informar e envolver os dados. Por isso, ao criar um infográfico, deve-se tentar fazer uma combinação interessante de dados, imagens, textos e alguns outros elementos.

Os infográficos são ferramentas essenciais para professores, empresas que desejam atrair a atenção dos clientes e, por isso, não devem ser deixados de lado nos planos estratégicos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × quatro =