WhatsApp Pay: Enviar dinheiro ficou mais prático

WhatsApp Pay

Como ativar o WhatsApp Pay

Agora é possível movimentar dinheiro pelo WhatsApp, o maior aplicativo de mensagem instantânea do mundo. O WhatsApp Pay agora irá permitir que usuários da plataforma possa enviar dinheiro pelo próprio App.

Com o WhatsApp agora é possível enviar dinheiro e fazer pagamentos, tudo isso possível graças ao lançamento da função de Pagamentos. A nova função começou a ser implementada no dia 04 de maio.

Com o Brasil sendo um dos primeiros países a receber ela. Gradativamente ela está sendo liberada para alguns usuários, tanto de Android quanto de iOS.

Facebook, WhatsApp e Instagram são os Aplicativos mais baixados da Década“.

A plataforma vai permitir realizar transações com cartão de débito ou pré-pago para enviar dinheiro a amigos e parentes. A transferência acontece direto na conversa do mensageiro, de maneira parecida com o envio de mídias no aplicativo.

Pagamentos via cartão de crédito?

Algumas funcionalidades ainda terão de aguardar para chegar no aplicativo. Uma delas é o fato de o pagamento com cartões de créditos não ser possível no momento.

Isso se deve pelo aplicativo no momento estar aceitando somente cartões de débito e pré-pago. Além disso, ambos devem possuir suas bandeiras “Visa” ou “MasterCard” dos bancos em parceria com o aplicativo de mensagens.

WhatsApp Pay para vendas?

A função que de início anunciada ainda ano passado, como forma de efetivar pagamentos de compras feitas por empresas no WhatsApp Business.

Mas, a função não recebeu autorização do Banco Central. Então, devido a isto no momento é possível usar a função de pagamento do WhatsApp apenas entre pessoas físicas.

Ou seja, dependendo a forma e produto negociado, é possível realizar a venda e pagamento, desde que seja uma negociação entre pessoas físicas.

Usar outros aplicativos para meio de pagamentos?

Como esperado em uma plataforma de um homem só, igualmente a outra rede social. A funcionalidade do Facebook Pay, também é incluída no WhatsApp.

Também é possível administrar cartões, e todas as informações financeiras de forma direta no aplicativo. Para acessar essa função, basta apenas procurar por “Pagamentos” no painel de “Configurações” de seu aplicativo.

É uma Forma segura de Pagamento?

Pagar com WhatsApp Pay
Pagar com WhatsApp Pay

Assim como as mensagens do aplicativo de mensagem são protegidas de criptografia de ponta a ponta, não é diferente imaginar que no WhatsApp Pagamento a segurança seria dobrada.

Afinal, se tratando de qualquer assunto financeiros, por obrigatoriedade aplicativos de pagamentos devem possuir uma proteção rígida, a fim de evitar qualquer risco para usuários.

Além disso, os dados de pagamento também são protegidos por um PIN personalizado pelo usuário, mas também é possível usar a biometria disponível no Smartfone.

Para aumentar mais ainda a segurança, cartões Visa e MasterCard possuem criptografias de informações do cartão com tokens de segurança.

Senha ao enviar dinheiro pelo WhatsApp Pay?

Todo usuário ao tentar enviar dinheiro, antes deve autenticar as transações do WhatsApp com o PIN criado no momento de cadastro no Facebook Pay (Plataforma de pagamento da empresa). Portanto, também é possível confirmar uma transferência por biometria, caso disponível.

Todos os bancos irão ficar disponíveis no aplicativo?

No momento, somente alguns bancos possuem a parceria com o WhatsApp, sendo eles: Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi e Woop Sicredi. Mas, futuramente a intenção da plataforma é que seja disponível para todos, facilitando ainda mais as transferências.

O WhatsApp Pay vai ter Taxa de Transferência?

Até o momento, o WhatsApp, não irá cobrar taxas para qualquer realização de transferência entre pessoas físicas, sendo bastante semelhante ao novo meio de pagamento, PIX. Entretanto nada impede que no futuro existam cobranças.

Caso o Banco Central aprove a função para CNPJ (Pessoa Jurídica) nada impede que da mesma maneira que o PIX seja aplicado taxas. Tendo um início livre de taxas para atrair e apresentar as funcionalidades, e futuramente cobrar.