Gestão de Finanças Pessoais é essencial ao abrir um negócio: Entenda!

Gestão de finanças pessoais

Gestão de finanças pessoais

Uma boa Gestão de Finanças Pessoais é essencial caso queira abrir um negócio, dessa forma, deixá-la organizada antes de você abrir seu próprio negócio pode ser a melhor escolha a ser feita.

Arriscar e abrir seu próprio negócio pode ser assustador, com muitas coisas a levar em consideração ao tomar uma decisão. Uma das áreas mais difíceis de controlar antes de entrar no lugar do empreendedor é se certificar de que suas finanças pessoais estão organizadas.

Isso não significa necessariamente custos associados ao seu negócio, mas sim o dinheiro que cobre as contas de coisas cotidianas, como parcelas de financiamentos residenciais ou então automotivos, além dos custos gerais de vida, como um aluguel e mercado.

Hoje, vamos trazer algumas dicas importantes para garantir que você se coloque na melhor posição financeira possível antes de se tornar um autônomo. Ter uma boa Gestão de Finanças Pessoais é imprescindível, então leia conosco!

Organize-se

Tenha organização
Tenha organização

Quer ter a sua gestão de finanças pessoais antes de abrir seu negócio? Então, em primeiro lugar, organize-se se certificando de que está ciente de sua posição financeira.

Não adianta ter uma ótima ideia de negócio e começar imediatamente se você não tiver pensado nas possíveis repercussões financeiras. Faça uma auditoria sobre sua posição financeira atual e cubra tudo, desde quanto você está gastando mensalmente e como ou onde está gastando até quanto você tem em economias e se há alguma dívida que ainda precisa ser paga.

Consolidar dívidas ao iniciar um negócio pode ser demorado e inicialmente parecer um obstáculo, mas estabelecer um plano de ação de como os pagamentos podem ser cumpridos levará a uma maior flexibilidade financeira depois que você se tornar autônomo.

Isso vale tanto para empresas com prestação de serviços ou que venda produtos. Mas existe um diferencial. Imagine no exemplo de uma desentupidora, que trabalha com maior mão de obra do que produtos em si. O dono de uma desentupidora acaba gastando menos com produto do que um vendedor de peças para carro. Portanto, as situações precisam ser bem analisadas.

Defina um prazo

A sua gestão de finanças pessoais precisa de um prazo definido. Seu plano de negócios ajudará a identificar as metas que você deseja atingir e quais são suas expectativas financeiras.

Parte disso é criar um plano esperado de quando você acha que será capaz de começar a receber um salário do negócio para si mesmo e os fundos de que precisa para abrir outro negócio.

Combinar seu cronograma e plano ajudará a identificar por quanto tempo você precisa economizar dinheiro, quanto você precisa economizar e em que ponto você precisa que a empresa ganhe dinheiro suficiente para receber um salário dela.

Em casos como o da desentupidora fica mais fácil, pois setores de prestação de serviços acabam gastando menos em seu cotidiano do que empresas que fornecem produtos e necessitam de estoque. Um exemplo de boa gestão financeira é o que podemos notar na Dezjato Desentupidora, líder no setor na região de São Paulo e bairros da cidade.

Certifique-se de ter reservas

Tornar-se um empresário normalmente significa longas horas de trabalho. Trabalhar noite adentro e nos fins de semana se torna um estilo de vida e, antes que você perceba, sua agenda estará tão lotada que você descobrirá que reservar tempo para qualquer outra coisa é quase impossível.

Não ter uma boa gestão de finanças pessoais antes de começar significa que você pode não ter a chance de trabalhar nelas novamente por um tempo, então, use o tempo antes de lançar seu negócio para ter isso em mãos.

Abra uma conta reserva para usar no dia a dia, uma ideia especialmente boa se você for à única pessoa com renda na casa, e evite usar essa reserva de caixa para quaisquer necessidades de negócios.

As reservas existem para garantir que, mês a mês, você possa cumprir os pagamentos do cotidiano, comprar mantimentos e pagar as contas. Organizar esse elemento de suas finanças pessoais antes de iniciar a jornada autônoma evitará que você se preocupe mensalmente se há dinheiro suficiente para mantê-lo.

Minimize despesas desnecessárias

Diminua seus gastos
Diminua seus gastos

A gestão de finanças pessoais também lhe ajuda a economizar para um futuro próximo. Antes da vida autônoma, você provavelmente tinha renda disponível suficiente para gastar em refeições fora, atividades sociais com amigos, férias com a família e ir a alguma loja para melhorar seu guarda roupas.

Ser autônomo não significa necessariamente que tudo isso tenha que parar, no entanto, nos primeiros meses, é uma boa ideia ver onde você pode cortar para que suas reservas não se esgotem rapidamente.

Priorize os pagamentos necessários e reduza os luxuosos. Você não deve fazer isso apenas nos primeiros meses de negócios, mas também no período de preparação. Se você puder começar a cortar despesas cedo e colocar dinheiro em sua conta bancária de reserva, estará se colocando em uma posição mais segura no dia em que der o passo para se tornar um empreendedor de sucesso. Sabia da importância da gestão de finanças pessoais antes de abrir seu próprio negócio? Não? Então estude mais sobre o assunto e se consolide antes de empreender, será a sua melhor escolha!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *