13 de abril de 2024

5 maneiras infalíveis na hora de educar o seu cãozinho

0
educar o seu cãozinho

educar o seu cãozinho

Com os estímulos certos, você pode educar o seu cãozinho sem muitos desafios. Todo mundo que adota um pet passa por um processo desafiador: educar o peludo. São muitas coisas a serem ensinadas, como comer no potinho certo, passear, fazer xixi nos tapetes para cachorros ou no mesmo cantinho, obedecer comandos, e muito mais.

Então, para que você não passe aperto durante esse processo e consiga que seu animal atenda aos seus comandos e se comporte adequadamente em sua ausência, vamos te mostrar 5 maneiras infalíveis para educar o seu cãozinho.

Necessidades básicas e o comportamento natural para educar o seu cãozinho

Todos os cães têm a necessidade de roer e dilacerar coisas, cavar, correr e caçar. Esse tipo de comportamento é natural deles e necessário para que se desenvolvam harmoniosamente e adquiram habilidades indispensáveis para sobrevivência.

Portanto, antes de qualquer coisa, é fundamental entender que as brincadeiras, bagunças e outros comportamentos que podem ser vistos como inadequados para os tutores são fundamentais para o desenvolvimento dos cães.

Sem atenção dos tutores para estimulá-lo, toda a energia no estoque do cão será gasta dentro de casa. Resultado: destruição, quebra-quebra, sujeira e muitas outras “artes”, por isso é fundamental educar o seu cãozinho para uma convivência harmoniosa.

Reconhecer a maneira de aprender do seu cão

Cada cão é um indivíduo único, com suas próprias características físicas, emocionais e comportamentais, assim como os humanos.

Antes de tentar educar o seu cãozinho, é preciso identificar quais estímulos chamam atenção e quais não despertam interesse algum. Talvez ele possa amar brinquedos e não gostar de correr, talvez ele goste de ambas as coisas ou então não tenha interesse por nenhuma delas.

O segundo passo é testar quais pontos chamam atenção do peludo, pois são essas coisas que serão utilizadas como recompensa em seu treinamento. Tente diferentes brinquedos, petiscos e atividades para descobrir.

Nunca tente resolver algo sem reconhecer a motivação de um comportamento inadequado

Os cães se comunicam e tentam chamar a atenção dos humanos de diferentes formas. Uns latem incessantemente, outros mordem as coisas e alguns fazem bagunça por toda casa.

Se você quer que esses comportamentos sejam eliminados, antes vai precisar entender qual é a origem dessas ações. Pode ser falta de atenção, dor, fome, tédio, cansaço, irritabilidade com o barulho da rua etc. Preste atenção na rotina de seu cachorro para descobrir quais são os gatilhos dos comportamentos negativos.

Para aprender o cão precisa de um ambiente seguro e acolhedor

É preciso entregar estímulos que transmitam segurança para o cão aprender como se comportar adequadamente. Isso quer dizer que você deve sempre evitar situações que geram pânico no animal.

Se o animal odeia os veículos na rua, procure um lugar mais calmo e tranquilo para passear. Se o cachorro tem medo de alguma pessoa, evite contato direto e forçado com ela. Se o peludo não faz xixi onde você quer de jeito nenhum, procure um outro lugar e comece a educar o seu cãozinho.

Para que os cães aprendam, os estímulos devem ser gradativos, ensinando uma coisa por vez e aos poucos, sempre em um ambiente seguro e acolhedor. Por isso, você deve estar atento para o local que será utilizado na hora de ensinar qualquer coisa ao seu peludo.

Em vez de punir os erros, recompense as tentativas e acertos

Durante o aprendizado, o cão não pode receber broncas, castigos ou cara feia de seu tutor. O animal nunca erra de propósito, e sim porque não sabia ou não entendeu o que deveria ser feito.

Cada cão tem sua própria estratégia para fazer as coisas e, muito provavelmente, elas não serão feitas exatamente de acordo com suas expectativas, portanto, tenha paciência na hora de educar o seu cãozinho, ele precisa apenas de atenção e recompensa.

Um bom exemplo para isso, é ensinar o cachorro a deitar ou sentar. Se você der o comando “deita” e ele sentar, não dê um bronca porque ele não deitou. Em vez disso, dê um petisco de recompensa pela tentativa, afinal, tendo feito certo ou errado, o animal respondeu a um comando seu e tentou fazer o melhor.

Use essa estratégia para todo tipo de aprendizado. Lembre-se: eles não entendem exatamente o que queremos dizer, e sim a intenção do que estamos dizendo. Se as experiências forem boas, servirão como estímulo para os comportamentos adequados, caso contrário, nada será aprendido e o cão se torna cada vez mais “mal-educado”. Sabendo de tudo isso, agora ficou fácil educar o seu cãozinho e lembre-se, o ingrediente fundamental para o sucesso é o amor que você tem por ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 17 =